Jimi Hendrix – Asfixia

“Ele tinha um talento enorme e uma técnica fantástica, como se fosse alguém que passasse todo o dia tocando e praticando, embora não parecesse saber disso. Amava passar as noites em festas, se embebedando ou se drogando, e quando pegava a guitarra, parecia que não se levava a sério.” – Eric Clapton

Jimi Hendrix: o melhor de todos

Ele é considerado por muitos o maior guitarrista de todos os tempos. Revolucionou o uso da distorção, da microfonia (retroalimentação) e da pedaleira para atingir sons nunca antes pensados. Suas participações nos festivais de música da década de 60 são lembradas até hoje.

Teve apenas cinco anos de carreira fazendo sucesso – de 1966 até 1970.

Jimi Hendrix entrou para a história do Rock and Roll por esses e por outros motivos, mas infelizmente morreu aos 27 anos sob circunstâncias que se mantém mal explicadas até hoje; o que só serviu para aumentar o mito em volta dele.

Embora tenha lançado somente quatro álbuns em vida, o alto número de gravações que fez em estúdios rendeu onze lançamentos póstumos – o último deles foi lançado há apenas dois anos. Continue reading

Advertisements

Uma gaita esquecida na história

10 de maio de 1965. Os Rolling Stones vão gravar aquele que se tornaria seu maior sucesso: “I Can’t Get No (Satisfaction)” pelo primeira vez. Keith Richards havia composto o riff principal da guitarra, que seria dominante em toda a música. Continue reading

Brian Jones – Afogamento

“Ele formou a banda. Ele escolheu os membros. Ele deu um nome à banda. Ele escolheu a música que tocávamos. Ele nos conseguiu shows. Muito influente, importante, então lentamente perdeu isso e apenas desperdiçou e jogou tudo fora” – Bill Wyman

https://i0.wp.com/static.dangerousminds.net/uploads/images/rsfrsfgsfsdfbrian-jones-431.jpg

Brian Jones, um gênio perturbado

O melhor exemplo para se começar um blog que mescla guitarristas que morreram jovens e Keith Richards não poderia ser outro: seu ex-companheiro nos Rolling Stones, Brian Jones.

Líder e fundador dos Stones, Jones morreu aos 27 anos, afogado na piscina de sua casa, em Cotchford Farm, quando já havia sido expulso da banda por Mick Jagger, Keith e Charlie Watts, por causar muitos problemas.

Instrumentista talentosíssimo, sabia tocar, além de guitarra: gaita, teclado, trompete, baixo, trombone, cítara, saxofone, bateria, clarinete, banjo, bandolim, oboé, xilofone, flauta,  acordeon, violoncelo e harpa.

Continue reading